O Transtorno do Espectro Autista (TEA) e o ensino de Ciências

concepções e possibilidades didático-pedagógicas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.55602/rlic.v9i2.255

Palavras-chave:

Autismo, Ensino de Ciências, Inclusão, Letramento científico, Educação

Resumo

Este estudo tem como objetivo analisar as concepções de professores titulares da educação básica, envolvidos no processo de inclusão de alunos com TEA, identificando possibilidades didáticas e desafios para a prática docente, com enfoque no ensino de Ciências da Natureza e no fomento do letramento científico. A metodologia está ancorada em uma pesquisa básica estratégica, de cunho qualitativo-exploratório. O instrumento de coleta de dados foi um questionário semiestruturado. Os resultados foram analisados baseando-se na análise interpretativa. Foi possível verificar que as estratégias de ensino ofertadas são: uso de analogias e jogos lúdicos. Ainda, observou-se que o conceito de letramento científico precisa ser clarificado nas comunidades escolares, de forma a ampliar o olhar docente.

Biografia do Autor

Hélen Caroline Ledur, Universidade Feevale

Estudante de Ciências Biológicas - Licenciatura.

Suelen Bomfim Nobre, Universidade Feevale

Licenciada e Bacharel em Biologia, Mestre e Doutora em Ensino de Ciências e Matemática.

Referências

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION (APA). Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais: DSM-5. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2014.

BENITE, A. M. C.; BENITE, C. R. M.; RIBEIRO E. B. V. Educação inclusiva, ensino de Ciências e linguagem científica: possíveis relações. Revista Educação Especial, Santa Maria, v. 28, n. 51, p. 81-89, jan./abr. 2015. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacao especial/article/view/7687. Acesso em: 27 mar. 2020.

BOURSCHEID, J. L. W.; FARIAS, M. E. A convergência da educação ambiental, sustentabilidade, ciência, tecnologia e sociedade (CTS) e ambiente (CTSA) no ensino de ciências. Revista Thema, [S.l.], v. 11, n. 1, p. 24-36, jul. 2014. Disponível em: http://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/183/109. Acesso em: 25 set. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília, DF: MEC, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 28 ago. 2020.

FERREIRA, S. M. S.; COMPIANI, M. A complexidade do ensino de ciências a partir da linguagem analógica para alunos com transtorno do espectro autista. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 10., 2015, Águas de Lindóia. Anais eletrônicos... Universidade Estadual de Campinas, Águas de Lindóia, SP, 2015. Disponível em: http://www.abrapecnet.org.br/enpec/x-enpec/anais2015/resumos/R0140-1.PDF. Acesso em: 28 mar. 2020.

GUITERIO, R. N. Lúdico e Autismo: uma combinação possível nas aulas de ciências. 2016. 41 p. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016. Disponível em: https://docplayer.com.br/19503261-Rachel-do-nascimento-guiterio-ludico-e-autismo-uma-combinacao-possivel-nas-aulas-de-ciencias.html. Acesso em: 30 mar. 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Pisa. Letramento Científico. 2010. Disponível em: http://download.inep.gov.br/download/internacional/pisa/2010/letramento_cientifico.pdf. Acesso em: 25 set. 2020.

MAMEDE, M.; ZIMMERMANN, E. Letramento científico e CTS na formação de professores para o ensino de Ciências. Revista Ensenanza de Las Ciências, nesp., p.1-4, 2005. Disponível em: https://core.ac.uk/download/pdf/ 13303305.pdf. Acesso: 24 set. 2020.

PEREIRA, J. C.; TEIXEIRA, M. R. F. Alfabetização científica, letramento científico e o impacto das políticas públicas no ensino de ciências nos anos iniciais: uma abordagem a partir do PNAIC. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 10., 2015, Rio Grande. Anais eletrônicos... Rio Grande: Universidade Federal do Rio Grande, 2015. Disponível em: http://www.abrapecnet.org.br/enpec /x-enpec/anais2015/resumos/R1313-1.PDF. Acesso em: 10 set. 2020.

ROCHA, L. M. P. Os cientistas e a ciência cidadã: um estudo exploratório sobre a visão dos pesquisadores profissionais na experiência brasileira. 2019. 77f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro; Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, Rio de Janeiro, 2019. Disponível em: https://ridi.ibict.br/bitstream/123456789/1053/1/dissertacao-final-LuanaRocha-Ciencia%20cidada%20e%20cientistas%20profissionais.pdf. Acesso em: 25 set. 2020.

RODRIGUES, A. S.; CRUZ, L. H. C. Desafios da inclusão de alunos com transtorno do espectro autista (TEA) no ensino de Ciências e Biologia. Rev. Eletrônica Pesquiseduca, Santos, v. 11, n. 25, p. 413-425, set./dez. 2019. Disponível em: http://periodicos.unisantos.br/index.php/pesquiseduca/article/view/922/pdf. Acesso em: 20 mar. 2020.

ROSENTHAL, G. Pesquisa social interpretativa: uma introdução. Porto Alegre: ediPUCRS, 2014.

SANTOS, W. L. P. Educação Científica na perspectiva de letramento como prática social: funções, princípios e desafios. Revista Brasileira de Educação, Brasília, v. 6, n. 36, p. 474-550, set./dez. 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbedu/v12n36/a07v1236. Acesso em: 25 set. 2020.

SILVA, V. F. D. A presença de alunos autistas em salas regulares, a aprendizagem de Ciências e a Alfabetização Cientifica: percepções de professores a partir de uma pesquisa fenomenológica. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Ciências da Universidade Estadual Julio de Mesquita Filho, Bauru – SP, 2016. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/138918/silva_vf_me_bauru.pdf?sequence=3&isAllowed=y. Acesso em: 11 ago. 2020.

SOUSA, I. O ensino de ciências na educação inclusiva: práticas pedagógicas que favorecem a inclusão. 2019. 61 f. Monografia (Licenciatura em Ciências Biológicas) - Feevale, Novo Hamburgo, RS, 2019. Disponível em: https://biblioteca.feevale.br/Vinculo2/00001e/00001efe.pdf&gt. Acesso em: 20 mar. 2020.

XAVIER, M. F.; SILVA, B. Y. D.; RODRIGUES, P A. A. Ensino de Ciências inclusivo para alunos com Transtorno do Espectro Autista e o uso de Sequências Didáticas. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 11., 2017, Florianópolis. Anais eletrônicos... Florianópolis, SC: Universidade Federal de Santa Catarina, 2017. Disponível em: http://www.abrapecnet.org.br/enpec/xi-enpec/anais/resumos/R0614-1.pdf. Acesso em: 20 mar. 2021.

Downloads

Publicado

07/04/2022

Como Citar

Ledur, H. C., & Nobre, S. B. (2021). O Transtorno do Espectro Autista (TEA) e o ensino de Ciências: concepções e possibilidades didático-pedagógicas. Revista Acadêmica Licencia&Acturas, 9(2), 7–22. https://doi.org/10.55602/rlic.v9i2.255

Edição

Seção

Artigos